Segunda-feira, 24 de Agosto de 2009
Primeira vitória na cabeça de Ramires
O Benfica conseguiu a primeira vitória na Liga depois de bater o Vitória de Guimarães por 1-0 com um golo de Ramires ao cair do pano. Cardozo falhou uma grande penalidade num jogo em que os minhotos acabaram reduzidos a nove unidades depois das expulsões de Flávio Meireles e Nuno Assis.

Primeira parte de grande nível do Vitória de Guimarães, que conseguiu anular grande parte da capacidade ofensiva do Benfica. Ainda assim pertenceu aos encarnados a melhor oportunidade de golo nos primeiros 45 minutos. Aimar entrou na área isolado, após combinação com Di María, e atirou a escassos milímetros do poste esquerdo da baliza de Nilson. Antes ainda, Ramires (30m) rematou para defesa incompleta do guarda-redes vimaranense e Di María não conseguiu fazer a emenda. Javi Garcia (4 e 23m) cabeceou por cima na sequência de lances de bola parada e Cardozo (16m) chegou mesmo a introduzir a bola na baliza adversária, após cruzamento de Shaffer, mas o paraguaio foi apanhado em fora-de-jogo.

Quanto ao Vitória, obrigou Quim a grande intervenção para desviar um cabeceamento de Sereno (4m), naquele que foi o remate mais perigoso da equipa orientada por Nelo Vingada na primeira parte, onde Nuno Assis e Jorge Gonçalves deram muito que fazer aos homens mais recuados do Benfica.

A segunda parte começou com uma grande oportunidade para os minhotos, porém Douglas (50m) chegou um nada atrasado ao cruzamento de Nuno Assis. A situação do Vitória complicou-se pouco depois quando Flávio Meireles tocou a bola com a mão dentro da grande área, viu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Valeu Nilson que defendeu a grande penalidade apontada por Cardozo.

O Benfica não conseguiu aproveitar a vantagem numérica e foi mesmo o Vitória a criar as melhores ocasiões de golo. Targino (78m) atirou ao poste depois de Quim não ter conseguido segurar um remate de Andrezinho, na sequência de uma jogada de contra-ataque construída por Nuno Assis. O mesmo Targino (84m) entrou isolado na área depois de passar por Luisão mas deixou-se antecipar por David Luiz quando só tinha Quim pela frente.

O único golo da partida chegou mesmo em cima do apito final. Alex cometeu falta sobre Fábio Coentrão, o mesmo encarregou-se de cobrar o livre, descaído na esquerda, que foi direitinho para a cabeça de Ramires, a aparecer sem oposição à entrada da pequena área e a cabecear para o fundo das redes da baliza à guarda de Nilson.

Ficha de jogo:

Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães

Árbitro: Pedro Proença (AF Lisboa)

V. Guimarães: Nilson; Andrezinho, Sereno, Gustavo Lazzaretti e Desmarets; Moreno, Flávio Meireles e Nuno Assis; Jorge Gonçalves (Alex, 59m), Targino e Douglas.
Suplentes: Serginho, Roberto, Rui Miguel, Marquinho, Custódio e Tiago Alencar.
Treinador: Nelo Vingada.

Benfica: Quim; Rúben Amorim, Luisão, David Luiz e Shaffer; Javi Garcia (Nuno Gomes, 74m), Ramires, Di María e Aimar (Fábio Coentrão, 55m); Saviola (Keirrison, 46m) e Cardozo.
Suplentes: Moreira, Luís Filipe, Sidnei e César Peixoto.
Treinador: Jorge Jesus.

Golos: Ramires (0-1, 90m)

Disciplina: Cartão amarelo para Javi Garcia (28m), Flávio Meireles (52m), Nuno Assis (72m), Fábio Coentrão (90+2m). Cartão vermelho a Flávio Meireles (60m), Nuno Assis (90+2).

Ao intervalo: 0-0.

Resultado final: 0-1.
Fonte: A Bola

Avaliações
Di María - Não fez uma primeira parte brilhante, mas teve pormenores de classe, sobretudo o passe que deixou Aimar na cara do golo. Percebeu que tinha de jogar rápido, para desequilibrar e tentou fazê-lo. Nem tudo lhe saiu bem, nem tudo foi perfeito, sobretudo os cruzamentos, mas foi positivo o desempenho. (in Mais Futebol)

Di María, 6 - Demorou a entrar no jogo, permitindo um fácil trabalho a Andrezinho, mas perto dos 30' começou a abrir o livro, descobrindo, com excelentes aberturas, Ramires e Aimar. Até se lhe acabar o gás, foi o mais irreverente da equipa. (in O Jogo)
Patrícia às 11:06
link do post | comentar | favorito