Sábado, 24 de Abril de 2010
Roda dos milhões

@ Daylife

 

O cerco aperta-se em relação a Di María. Manchester City e Real Madrid assumem-se como candidatos à contratação do argentino, cuja cláusula de rescisão, avaliada em 40 milhões de euros, afigura-se como perfeitamente ao alcance de qualquer dos tubarões do Velho Continente.

 

Preponderante na carreira do Benfica de Jorge Jesus, o jogador argentino parece estar de saída da Luz, restando saber se a investida dos colossos europeus vai ter lugar antes ou depois do Campeonato do Mundo da África do Sul.

 

O treinador dos citizens já não esconde a cobiça pela pérola sul-americana do Benfica, chegando a compará-la ao espanhol Fernando Torres, avançado espanhol também por ele cobiçado e que foi fundamental na eliminação do emblema da Luz nos quartos-de-final da Liga Europa. "Di María é um bom jogador, vamos ver o que podemos fazer em relação a ele. A situação dele é semelhante à de Fernando Torres", explica Roberto Mancini, de 45 anos, ao jornal britânico "The Independent", lembrando que ambos se encontram na agenda dos grandes emblemas europeus, apesar de alguns deles não terem... disponibilidade económica para os adquirirem: "Provavelmente estamos em vantagem em relação a outros clubes."

 

A contratação de Di María é considerada muito importante por Roberto Mancini, ansioso por dirigir uma equipa com reais possibilidades de vencer a Premiership. "Se queremos discutir o campeonato com equipas como o Chelsea e o Manchester United temos que contratar jogadores importantes. Todos os anos incorremos no mesmo erro, ou seja, contratamos 15 jogadores. Em vez disso podemos contratar três ou quatro, desde que eles sejam importantes. O Di María faz parte desse lote e está debaixo do nosso olho. É um bom jogador, logo vemos o que podemos fazer", assegura o treinador italiano do milionário emblema de Manchester, que pretende garantir o argentino para preencher um posto que vem sendo ocupado por Craig Bellamy.

Merengues

Liderado por Florentino Pérez, o emblema merengue também tem Di María na mira, constituindo o sul-americano uma alternativa ao francês Franck Ribéry, que além de ser bastante mais caro se encontra envolvido num caso de prostituição.

O Real Madrid encontra-se disposto a "bater" a cláusula de rescisão do camisola 20, embora qualquer iniciativa em relação a este dossiê só deva acontecer após o epílogo do campeonato espanhol.

Concorrentes

Nem só de Manchester City e Real Madrid se escreve a história da cobiça ao jogador que Diego Armando Maradona tenciona conceder a titularidade no Mundial da África do Sul. Chelsea e Manchester United também se encontram vigilantes, podendo avançar para o negócio a qualquer momento.

O Benfica aguarda serenamente pela chegada de propostas concretas, não estando disposto a abdicar do argentino por uma verba inferior à indemnização prevista no contrato. Oemblema encarnado já tem diversos jogadores referenciados para suprir a saída do camisola 20.

Fonte: Record

Patrícia às 12:52
link do post | comentar | favorito