Domingo, 25 de Abril de 2010
Benfica 5 - 0 Olhanense

 

@ SL Benfica

 

O Benfica goleou o Olhanense por 5-0, superou a missão rumo ao título e resta-lhe esperar por um resultado inferior do Sp. Braga na Figueira da Foz para saber se faz a festa neste domingo. Nove pontos de vantagem com duas jornadas por disputar deixam apenas dúvidas matemáticas quanto ao sucessor do F.C. Porto, tudo para apurar antes do clássico do Dragão. O Olhanense continua a depender de si para garantir a manutenção.

 

Uma grande penalidade assinalada logo aos três minutos abriu caminho à vitória dos encarnados, mas também não ofereceu contestação. Delson cortou o remate de Weldon com o braço e Cardozo não desperdiçou a oportunidade de consolidar uma luta individual. Seis minutos depois, tudo ainda mais fácil para o Benfica com a expulsão de Delson, que viu o segundo amarelo após entrada duríssima sobre Di María. Foi o início de uma longa história... de golos.

 


@ MaisFutebol


Jogar antes do Sp. Braga permitia ao Benfica encarar o jogo com outra tranquilidade, apesar de o risco de a cabeça estar no adversário ser inevitável. Assim não aconteceu e Aimar teve um contributo de peso nesta orientação. Ao empurrar consigo a equipa, passou a haver apenas um jogo na Luz.

Com Saviola, de volta após cinco jogos de ausência, e Maxi no banco, Weldon e Ruben Amorim foram apostas de Jorge Jesus. O camisola 30 precisa ainda de recuperar a forma e o uruguaio aproveitou para descansar antes da jornada no Dragão. Já Jorge Costa fez três alterações, duas forçadas devido aos castigos de Ventura e Tengarrinha. Entraram Bruno Veríssimo e Anselmo e por opção Greg, com Paulo Sérgio a sentar-se no banco.

Onda encarnada a meio da... primeira parte

 

 

@ MaisFutebol

 

O segundo golo logo aos 18 minutos terminou com as poucas aspirações que o Olhanense pudesse ainda ter por esta altura. Um grande passe de Aimar descobriu Di María no lado oposto, que, por sua vez, descobriu o fundo das redes de Bruno Veríssimo. A meio da primeira parte, os adeptos faziam já a onda nas bancadas.


Construída a vitória no primeiro tempo, serviu o segundo para confirmar Cardozo como melhor marcador do campeonato, com 24 golos, mais um que Falcao. Um bis, depois da grande penalidade, empurrou-o para o topo, em apenas dois minutos (54 e 56). E em ambos brilhou Di María na assistência.

 


@ MaisFutebol


Jorge Jesus aproveitou, então, para refrescar a equipa e dar minutos a Saviola e Maxi (e mais tarde Nuno Gomes). A vitória estava longe de correr risco, num jogo fácil para os encarnados. Jorge Costa optou por poupar Djalmir e Ukra.

A caminho do fim, o prémio merecido para Aimar, apesar da contestação de Castro. O médio atirou contra o camisola 10, que agradeceu a assistência e fechou o marcador.

Mais de 62 mil festejaram a goleada do Benfica, num sábado que assinalou a passagem de mais de um milhão de adeptos pelo Estádio da Luz nesta época e que pode ter determinado o 32º campeonato título nacional. Domingo nunca mais chega...


Fonte: MaisFutebol

 

  • Destaques e Avaliações

 


@ MaisFutebol

 

"Passe de letra em Portugal, «rabona» na Argentina. Seja qual for o termo, Di María é mestre nessa arte que já tinha valido um golo frente ao AEK, e que agora valeu uma magnífica assistência para Cardozo. A nove minutos do fim a cena repetiu-se, mas desta vez Cardozo atirou ao lado. Um dia depois do «Youtube» ter comemorado cinco anos, o camisola 20 do Benfica deixou duas prendas para a famosa compilação de vídeos. Na primeira parte já tinha surpreendido com um golo de pé direito, após grande passe de Aimar. Quanto todos esperavam que procurasse o pé esquerdo, soube iludir o adversário directo (Lionn). Mais uma exibição endiabrada, a alimentar a cobiça.", in MaisFutebol.

 

"8 - Na época passada, frente a este mesmo Olhanense, tinha marcado um grande golo, a merecer elogios de Maradona. Ontem, El Dios não viu ao vivo a sua pequena obra de arte (2-0) que acabou na baliza de Veríssimo, mas viu Jesus, que vai ter uma pena imensa de o ver mudar de ares no fim da época. Deu dois golos para Cardozo marcar... e um que Coentrão falhou.", in O JOGO.

 

"Marca e dá a marcar. Continua a dar espectáculo e hoje não foi excepção. Primeiro com um golo de pé direito, depois de ultrapassar dois algarvios e no segundo tempo duas assistências para Cardozo bisar. O passe de letra para o 3.º golo “encarnado” entrou para as melhores imagens deste campeonato.", in SL Benfica.

 


@ MaisFutebol

 

 

Resta-nos esperar por esta noite e, talvez gritemos: BENFICA CAMPEÃO!

Patrícia às 12:13
link do post | comentar | favorito