Domingo, 19 de Julho de 2009
Benfica vence Torneio do Guadiana
O Benfica conquistou, este sábado, o Torneio do Guadiana, ao vencer na final o Olhanense por 2-1. Os «encarnados», tal como tinha acontecido na passada quinta-feira diante do Bilbau, voltaram a estar a perder, mas deram a volta na segunda parte.

Ukra, na marcação de grande penalidade (muito duvidosa), deu vantagem à equipa algarvia, à passagem dos 62 minutos, mas Cardozo (em excelente movimento de rotação) marcou praticamente de imediato e devolveu a igualdade. Já em tempo de descontos, Miguel Vítor, de cabeça, deu a melhor sequência a canto batido da direita e ofereceu a vitória aos «encarnados».

Diga-se, porém, que foi um teste sério à equipa comandada por Jorge Jesus. O Olhanense mostrou-se sempre muito afoito e dominou praticamente toda a primeira parte, na qual o Benfica desperdiçou ainda uma grande penalidade, depois de o árbitro entender que Aimar foi derrubado dentro da área (também muitas dúvidas). Cardozo, porém, permitiu a defesa do guarda-redes contrário na conversão do castigo máximo.



Ficha do jogo

Estádio Municipal, em Vila Real de Santo António.

Árbitro: Nuno Almeida (Algarve)

Benfica - Moreira (Quim, 46 m); Patric (Maxi, 46 m), Miguel Vítor, Roderick, Sidnei e Shaffer; Ruben Amorim (Carlos Martins, 46 m), Yebda, Aimar (Urreta, 79 m) e Di Maria (Fábio Coentrão, 68 m); Saviola (Nuno Gomes, 68 m) e Cardozo.
Suplentes: Quim, Maxi, João Pereira, Sepsi, Jorge Ribeiro, Fellipe Bastos, Carlos Martins, Urreta, Fábio Coentrão, Balboa, Mantorras, Nuno Gomes, Nelson Oliveira.

Olhanense - Bruno Veríssimo (Ventura, 46 m); Miguel Garcia (Tengarrinha, 46 m), Anselmo, Sandro e Carlos Fernandes; Rui Baião, Castro e Messi (Guga, 46 m); Rabiola (Fábio, 73 m), Zequinha e Ukra (Toy, 74 m).
Suplentes: Ventura, Jaime, Lucas, Tengarrinha, Toy, Ricardo Campos, Joshua, Fábio, Guga, Diogo e Gomis.

Disciplina: cartão amarelo a Di Maria (30 m), Zequinha (45 m), Yebda (46 m), Maxi (90+3 m) e Carlos Martins (90+3 m).

Marcador: 0-1 por Ukra (62 m, gp); 1-1 por Cardozo (63 m); 2-1 por Miguel Vítor (90+2 m).

Fonte: A Bola
VIVA O BENFICA!
Quinta-feira, 15 de Janeiro de 2009
Benfica 4 - 1 Olhanense
Golos:
- 0-1, por Djalmir (12');
- 1-1, por Nuno Gomes (25');
- 2-1, por Jorge Ribeiro (28');
- 3-1, por Sidnei (61');
- 4-1, por Di María (88').


Avaliações de Di María

"O golo que fez Deus sorrir...", 6 - Na bancada estava Maradona, o Deus que a Argentina mais venera e no campo um jovem a querer impressionar o ídolo de sempre e seleccionador da equipa das pampas. Pouco mais de uma hora depois do ínicio do jogo, Di María entrou e ainda teve tempo de marcar um golo magnífico: um drible, remate em jeito, picado e a bola entrou. E Deus sorriu... (A Bola)

3 - Teve direito a 27 minutos em campo para se mostrar a Maradona. Mas guardou o melhor para o fim, com um golo de se lhe tirar o chapéu. Isto após ter protagonizado lance de iniciativa individual: aos 85', pegou na bola e embalou para a baliza, rematando ao lado. (Record)

7 - Meia hora para Maradona ver e... um golo que Maradona mereceu ter visto. Um lance de génio de um jovem talentoso a quem só falta regularidade. E mentalidade competitiva. Ou mais presenças de Dios... (O Jogo)

Di María – Na 'mouche' - Meia hora em campo para deliciar a plateia (onde se incluía Maradona) com um momento de sonho. O extremo recebeu um centro largo de Cardozo e, após dominar o esférico, fintou o defesa directo e fez um chapéu perfeito ao guardião contrário. Um golo (o primeiro em Portugal) a fazer lembrar aquele que decidiu os Jogos Olímpicos, em 2008. E Maradona aplaudiu... (SLBenfica)

Di María, que bela dedicatória - O argentino começou o jogo no banco, mas não desperdiçou os 25 minutos que esteve em campo. A dois minutos do fim assinou um belo golo, que certamente terá deixado satisfeito Maradona. Uma noite para recordar. (MaisFutebol)


Declarações

«Muitas vezes tentei ajudar a equipa e não consegui fazê-lo. Hoje, felizmente, pude ajudar e espero continuar assim. Estou muito contente. Não fiquei triste por não ser titular. Estou tranquilo. Sei o que posso fazer e acho que ele [Maradona] também.», Di María em declarações à Sport TV.

«Di María jogou pouco tempo, reconheço que foi curto, mas aproveitou bem. Deve ter-se inspirado, mesmo. Todos nós apreciámos o golo que marcou. Foi lindo. Fico feliz por ele e pela equipa. Acho que, a partir de agora, poderemos ver o melhor Di María, mais confiante. Na pré-época estava bem, mas foi para os Jogos Olímpicos e esteve um mês e meio fora... Com maior resistência física, melhorará ainda mais.», Quique Flores.


Capas de hoje


--------------------

Ouvi muita gente dizer que o Di só marca quando lhe convém. Eu não percebo. Ele não marcou? Acho que isso é o mais importante! Não era isso que queriam dele?! :)


FORZA ANGELITO!!! «'3

UN GOL PERFECTO QUE NUNCA

OLVIDARÉ!!!

Terça-feira, 13 de Janeiro de 2009
Maradona, afinal, vai a Lisboa
Diego Maradona mudou de plano e pretende afinal assistir na quarta-feira ao jogo Benfica-Olhanense da Taça da Liga. O anúncio foi feito através do site oficial da Federação argentina (AFA).

Maradona, diz ainda a informação da AFA, aproveitará a viagem a Portugal para se reunir com o benfiquista Di María, mas também com os portistas Lisandro Lopez e Lucho Gonzalez.

O seleccionador argentino tinha originalmente previsto viajar a Portugal, nomeadamente para assistir ao F.C. Porto-Trofense de domingo passado, mas cancelou essa viagem, apresentando agora um plano alternativo de visita a Lisboa.

«El Pibe» está há vários dias na Europa, onde faz uma digressão para observar e conversar com os jogadores da selecção. Depois de ter estado em Espanha, passou o fim-de-semana em Inglaterra, onde assistiu ao Manchester United-Chelsea. Esta noite estará em Milão, a ver o encontro entre o Inter e o Génova, para a Taça de Itália. Segue-se Portugal.
Fonte: MaisFutebol
Patrícia às 10:41
link do post | comentar | favorito